Como separar as finanças pessoais do seu negócio com o GMEI

Tempo de leitura: 1 minuto


Você já deve ter ouvido falar que é muito importante separar as finanças pessoais do seu negócio.

Essa talvez seja uma das razões pela qual uma grande parcela de empresas, acaba com menos de 01 ano de existência.

Separar as finanças é importante para uma boa administração do seu negócio. E mais importante que separar as finanças, é estabelecer “limites” ou “tetos” de gastos.

Esse “teto” infelizmente é negligenciado por muitos empreendedores, e com isso as finanças pessoais e do negócio, acabam afundando juntos.

Mas como eu crio este “teto”?

É necessário estabelecer qual a quantia mínima que você precisa para seu sustento e sobrevivência. Sabemos o quanto isso é difícil no início, porque todo negócio precisa ter um limite para sua retirada, Não tem como ser um “cheque em branco”.

Outra coisa importante, nenhum negócio deve dar menos que um salário mínimo. Porque se isso estiver acontecendo, provavelmente está inviável neste momento.

Estabelecer um mínimo e um “teto” é muito importante para você gerenciar o seu negócio.

Conforme suas receitas vão aumentando, você pode progressivamente aumentar sua retirada, melhorando sua vida. 

Saber melhorar suas finanças, de forma próspera e sustentável, é o grande segredo, que poucos empreendedores entendem e sabem fazer bem.

O GMEI ajuda você a obter esse controle de suas finanças pessoais e do seu negócio de forma simples.

Assista a aula do vídeo abaixo:

Quer fazer um curso de gestão financeira grátis? clique aqui:

https://www.udemy.com/course/gestao-financeira-e-negocios-para-autonomos-e-meis/

Como separar as finanças pessoais do seu negócio com o GMEI
5 (100%) 1 voto[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *