Formação de Preço: Erros comuns que podem estar acontecendo na formação do seu preço – MEIs e Autônomos

Tempo de leitura: 3 minutos

Qualquer que seja o negócio, o mínimo necessário para o sucesso é que a receita seja maior que suas despesas. Isso é fundamental para ter uma boa gestão do fluxo de caixa.

Sei o quanto é difícil fazer essa matemática dar saldo positivo para a receita.

O ponto chave para que não haja problemas na receita, é que o seu PREÇO esteja certo.

Vamos falar dos 02 erros mais comuns na formação do preço e como você deve corrigir:

ERRO 1-) Aplicar um % apenas sobre o preço de venda de uma mercadoria

Se você trabalha com comércio, você compra mercadorias e as revende.

O mais comum que escuto é o autônomo ou MEI fazer uma conta muito simples para definir o preço do seu produto, sempre vejo algo semelhante a isso:

preço de compra * 100% de margem (pode ser 100%,200%…etc).

Essa formação de preço de um produto é muito simples, porém tem algumas armadilhas.

Você pode achar que está ganhando 100% em cima do preço de compra do produto, é uma boa margem, e que isso cobre os seus custos.

Mas na prática isso não acontece.

Ai chega no final do mês, o dinheiro não sobra 🙁

O motivo é que você está confundindo o preço de compra de uma mercadoria com o preço do custo.

O “preço de compra” é simplesmente o valor pago pela mercadoria.

O “preço de custo” é o “preço de compra” e outros custos indiretos como:

transporte, logística, seu homem/hora na escolha dos produtos e outros pequenos custos como lanches, estacionamento e etc.

O custo da mercadoria, caso você tenha que ir comprá-la, já é outro, pois o seu homem/hora e custos de deslocamento devem estar incluídos.

Exemplo:

Compra de mercadoria: R$2.000,00
Custo da compra:

  • Preço da mercadoria
  • Transporte: R$120,00
  • Estacionamento: R$50,00
  • Lanche: R$30,00
  • Seu Homem/hora: R$100,00

Total do Custo de compra: R$ 2.300,00

Observe agora, vou formar o preço, colocando 100% de margem:

Errado: R$2.000,00 * 100% = R$4.000,00

Certo:   R$2.300,00 * 100% = R$4.600,00

R$600,00 a mais de receita!!!

Desprezar esses “pequenos” custos, pode te dar uma falsa impressão que suas margens são altas e você pode dar descontos, sendo que elas estavam sendo calculadas de forma errada.

Considere o custo da compra e nunca o preço da mercadoria e siga em frente!

ERRO 2-) Fazer um preço igual a concorrência:

Se o serviço que você presta já está “tabelado” pela concorrência, MUITO CUIDADO!

Principalmente se não tiver com lucro no final do mês 💰💰

Você vende barato, porque seu vizinho vende barato, mas você não ganha dinheiro!

Sua atividade é PROFISSIONAL, e nem relógio trabalha de graça!

O que fazer, se você está nesta situação?

A resposta é: DIFERENCIAÇÃO

Se diferencie da concorrência, agregue valor e faça algo a mais para justificar o seu valor maior que o vizinho.

Exemplo: Tem um estacionamento? (faça um seguro e estampe na fachada)

Vende pastel? Acrescente um recheio extra, Sei lá!!

O negócio é seu e você saberá melhor do que eu, como pode fazer isso.

Faça alguma coisa que seu concorrente não poderá fazer, pois ele está achatado no preço barato e não poderá fazer isso.

Faça algo que o “valor percebido” do seu cliente, justifique pagar a mais do que a concorrência.

COMO SER ASSERTIVO NO PREÇO?

O ideal para saber o “preço correto” a se cobrar é

Preço final = Custo da mercadoria (real) + custos fixos da estrutura (proporcional) + mark-up + impostos.

Talvez aplicado essa fórmula para calcular preço de venda seu preço aumente e seu cliente reclame.

Parece utopia falar assim, porém não adianta trabalhar no prejuízo. Se tiver que corrigir o seu preço, faça devagarzinho….aos poucos, mas FAÇA!

O que não pode acontecer é você trabalhar com preço errado e no final do mês você ficar sem nada.

Baixe uma planilha de planejamento financeiro, que vai ajudar a calcular seus custos e na formação do preço.


Formação de Preço: Erros comuns que podem estar acontecendo na formação do seu preço – MEIs e Autônomos
5 (100%) 3 voto[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *