SER MEI OU AUTÔNOMO: O QUE VALE MAIS A PENA?

Tempo de leitura: 2 minutos

Todos sabemos que existem algumas vantagens em ter um CNPJ ao invés de trabalhar com o CPF. Mas não vale para todos os casos, tem casos que o CPF é mais vantajoso. Por isso é importante vermos se vale mais a pena ser MEI ou autônomo.

O MEI não é uma formalização que serve para todas as profissões.

Existe uma lista de profissões do MEI que o governo entende ser profissões que não exigem grandes regulamentações e nem formação acadêmica.

Para as profissões regulamentadas do MEI, não existe opção mais vantajosa.

Se a sua profissão está na lista dos MEI´s , pode se formalizar, pois nada se compara as vantagens do MEI.

Vantagens do MEI:

  1. Emitir nota fiscal até R$81.000,00 por ano sem tributação sobre o faturamento
  2. Você paga apenas uma taxa de aproximadamente R$55,90 por mês (comércio e serviço) e com isso você tem direito a aposentadoria por 01 salário mínimo
  3. Não é necessário ter um contador para manter a MEI aberta, basta fazer uma declaração anual e o imposto de renda de pessoa jurídica
  4. Crédito mais barato, emitir NFE para empresas, fazer parceria com fornecedores e distribuidores que exigem o CNPJ, plano de saúde e por aí vai

Desvantagem:

  1. o MEI não é para todas as profissões

Vamos pegar alguns exemplos: Engenheiros, dentistas, médicos em muitos casos são profissionais liberais autônomos e não podem abrir um MEI por causa do tipo de profissão.

Neste caso, somente uma empresa ME, que tem custos muito superiores, seria a opção para esse tipo de profissão.
Por exemplo: Um dentista autônomo que fatura R$5.000,00 por mês, por exemplo, não vale a pena abrir um CNPJ.

Sai muito mais em conta um cadastro na prefeitura, como dentista autônomo e trabalhar emitindo recibo por CPF.

A tributação neste caso da pessoa física é a mesma da tabela de imposto de renda dos funcionários CLT.

Com certeza não vai compensar para um dentista autônomo, ter todos os encargos, taxas, licenças e contador. Talvez haja necessidade de um contador, caso tenha uma secretária registrada.

Neste caso o CPF é mais em conta que o CNPJ.

Resumindo:

MEI é a formalização mais vantajosa.

Para valores até R$5.000,00, o CPF vale mais a pena.

Acima de R$5.000,00 já vale a pena pensar na possibilidade de ser um CNPJ ME.

SER MEI OU AUTÔNOMO: O QUE VALE MAIS A PENA?
5 (100%) 1 voto[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *